PROJETOS

Remoção do lixo marinho

No outono de 2016, ocorreu o lançamento do SeeKuh, um catamarã especial desenvolvido pela OEOO para a coleta de resíduos plásticos.

Remoção do lixo marinho

No outono de 2016, ocorreu o lançamento do SeeKuh, um catamarã especial desenvolvido pela OEOO para a coleta de resíduos plásticos.

A embarcação de pesquisa, limpeza e reconhecimento, inteiramente financiada por doações, pesa pouco menos de 6 toneladas e pode ser desmontada e transportada para qualquer lugar do mundo por contêineres.

Na primavera de 2018, o SeeKuh viajou para Hong Kong por seis meses. Ele voltou para a Alemanha em agosto de 2018. Outras ações de limpeza estão previstas para 2018 e 2019 para promover o conceito de “remoção do lixo marinho”.

O planejamento e a efetivação do primeiro SeeElefant também começaram em 2018.

 

O SeeHamster no Camboja

Na primavera de 2018, um projeto de limpeza e de educação ambiental começou no Camboja, que a OEOO está realizando em cooperação com a Thüringisch-Kambodschanischen-Gesellschaft e. V. e a COMPED (Organização Cambojana de Educação e de Gerenciamento de Resíduos).

O SeeHamster no Camboja

Na primavera de 2018, um projeto de limpeza e de educação ambiental começou no Camboja, que a OEOO está realizando em cooperação com a Thüringisch-Kambodschanischen-Gesellschaft e. V. e a COMPED (Organização Cambojana de Educação e de Gerenciamento de Resíduos).

Os moradores limparão o rio Sangkae, altamente poluído, em Battambang, removendo os resíduos plásticos, com a ajuda de um SeeHamster recém-desenvolvido. O rio Sangkae é um afluente do rio Mekong, que atravessa seis países asiáticos e é um dos dez rios que transportam mais plástico para os oceanos em todo o mundo. As cinco atividades semanais de limpeza são acompanhadas de treinamentos, palestras e trabalhos de mídia.

Os resíduos plásticos recolhidos são classificados no aterro e devem ser reciclados em novos sacos de lixo na região a médio prazo; o parceiro técnico aqui é a SUND.

A equipe de limpeza da OEOO foi expandida para 5 funcionários permanentes e também há um programa de voluntariado. A OEOO também tem o seu próprio escritório e seus dormitórios para funcionários. Um outro SeeHamster com cascos fixos será adicionado até o final de 2019.

O projeto é financiado pela SUND Holding GmbH + Co KG, um grupo alemão de empresas na área de fabricação e de vendas de plásticos, bem como por outros doadores.

Ações mundiais de limpeza

A OEOO organiza ações de limpeza regulares em vários lugares do mundo, das quais os membros da OEOO, bem como numerosos voluntários, participam.

Ações mundiais de limpeza

A OEOO organiza ações de limpeza regulares em vários lugares do mundo, das quais os membros da OEOO, bem como numerosos voluntários, participam. Seja no Mar do Norte ou no Mar Báltico, em Hong Kong, em Battambang (Camboja) ou no Rio de Janeiro (Brasil) – praias, margens de rios ou espaços verdes: é crucial que os resíduos (plásticos) da natureza sejam recolhidos antes de chegarem aos corpos d’água.

Em Battambang (Camboja), até 5 ações de limpeza por semana acontecem nas margens do rio Sangkae. Além de uma equipe altamente motivada de moradores locais, um programa de voluntariado local também recruta voluntários do mundo inteiro para participar das ações de limpeza.

Junto com a nossa patrocinadora Kärcher e as autoridades locais, as ações de limpeza no Mar do Norte e no Mar Báltico são organizadas e realizadas sob o nome “Aktion Meeresheld” durante os meses do verão e do outono. As partes interessadas podem inscrever-se no grupo Facebook e manter-se atualizadas sobre os últimos eventos.

O nosso grupo recém-fundado OEOO Brasil já organizou as primeiras ações de limpezas na praia de Ipanema.

Em Munique, a OEOO é coorganizadora do Münchner Plogging Mob, um grupo local que se reúne regularmente para eventos de plogging (corrida e coleta de lixo).

Navio de reciclagem para desenvolvimento de projetos SeeElefant

Desde o início de 2018, uma equipe de projetistas de navios, engenheiros de instalações, técnicos ambientais e desenvolvedores de projetos tem trabalhado em Kiel na implementação do planejamento do primeiro SeeElefant.

Navio de reciclagem para desenvolvimento de projetos SeeElefant

Desde o início de 2018, uma equipe de projetistas de navios, engenheiros de instalações, técnicos ambientais e desenvolvedores de projetos tem trabalhado em Kiel na implementação do planejamento do primeiro SeeElefant.

O navio de contêineres convertido terá instalações a bordo para triagem, britagem e processamento de resíduos marinhos. O plástico será diretamente reciclado ou convertido em petróleo a bordo. Resíduos orgânicos e madeira devem ser convertidos em biogás ou reciclados termicamente. A meta inicial é uma capacidade de processamento de 20 t / dia. Em fases de expansão, esse sistema também será desenvolvido para operadores comerciais com até 200 t / dia.

“Microplastic Pollution Map” em cooperação com empresas de navegação

 

A fim de contribuir para a pesquisa sobre os efeitos a médio e a longo prazo dos microplásticos em seres humanos e em animais, a OEOO se empenhou em criar um banco de dados mundial sobre os níveis de poluição nos oceanos do mundo.

“Microplastic Pollution Map” em cooperação com empresas de navegação

A fim de contribuir para a pesquisa sobre os efeitos a médio e a longo prazo dos microplásticos em seres humanos e em animais, a OEOO se empenhou em criar um banco de dados mundial sobre os níveis de poluição nos oceanos do mundo.

A associação coopera desde o início de 2013 com a empresa de transporte de contêineres OPDR de Hamburgo, cujos navios viajam entre o norte da Europa e a África. Amostras de água do Mar do Norte, do Atlântico e do Mediterrâneo são regularmente coletadas e em seguida analisadas pela OEOO com um espectrômetro de infravermelho, para obter informações sobre o tipo e a quantidade de microplásticos. O Dr. Rüdiger Stöhr, microbiologista da OEOO, supervisiona a avaliação científica. Outras empresas de transporte logo estarão envolvidas.

Com a coleta e a análise dos dados de poluição, a organização está construindo um mapa de resíduos marítimos, que pode ser visualizado no site da OEOO. Os resultados pretendem ajudar a avaliar seriamente a dimensão do problema e, assim, exigir a urgência de soluções nacionais e internacionais.

International Marine Litter Database

A poluição dos corpos d’água pelo lixo (plástico) é também cada vez mais importante para a ciência.

International Marine Litter Database

A poluição dos corpos d’água pelo lixo (plástico) é também cada vez mais importante para a ciência.

A OEOO se dedica a fornecer informações e documentação científica sobre resíduos plásticos. A fim de fornecer aos cientistas, organizações ambientais, jornalistas e ONGs a oportunidade de serem informados de forma rápida e abrangente em relação à pesquisa, a One Earth – One Ocean desenvolveu um amplo banco internacional de dados de conhecimento sobre resíduos marinhos, podendo ser acessado on-line, para centenas de pesquisas científicas atuais no mundo. O projeto é apoiado pela Daimler AG.

 

O SeeKuh percorrendo a Ásia

Em janeiro de 2018, o SeeKuh foi percorrer Hong Kong durante um semestre. A Ásia é a região mais poluída do mundo com resíduos plásticos.

O SeeKuh percorrendo a Ásia

Em janeiro de 2018, o SeeKuh foi percorrer Hong Kong durante um semestre. A Ásia é a região mais poluída do mundo com resíduos plásticos.

Além das campanhas de limpeza com grupos ambientais locais, o projeto também focou em eventos de informação para crianças, estudantes e cidadãos.

Em setembro de 2018, o SeeKuh retornou à Alemanha.

 

Projeto Internacional de Purificação de Petróleo na Nigéria 2017

O Delta do Níger na Nigéria é uma das áreas mais ricas em petróleo da África, mas a paisagem é regularmente poluída por derramamentos de óleo nas instalações de produção e em oleodutos.

Projeto Internacional de Purificação de Petróleo na Nigéria 2017

O Delta do Níger na Nigéria é uma das áreas mais ricas em petróleo da África, mas a paisagem é regularmente poluída por derramamentos de óleo nas instalações de produção e em oleodutos.

A OEOO limpa as águas da Nigéria da imensa poluição provocada pelo petróleo. Queremos provar que ela pode ser eliminada com meios relativamente simples e com o apoio da população local.

Após os projetos-pilotos de 2015 e 2016 no local, sob a direção de Emmanuel Duru, membro da OEOO da Nigéria, onde limpamos um pedaço limitado da água contaminada com petróleo, com a ajuda do algodão PURE, há uma atual colaboração entre o Ministro do Meio Ambiente da Nigéria, a OEOO, Nnimmo Bassey, ativista ambiental nigeriano e vencedor do Prêmio Nobel e as autoridades locais.

Convidada por Hajiya Amina, ministra nigeriana do Meio Ambiente, a OEOO é atualmente a única ONG que trabalhará em um projeto oficial de derramamento de petróleo do governo nigeriano. Somos parceiros oficiais do projeto Ogono, um programa do governo para a limpeza de áreas no Delta do Níger em 2017. Com a limpeza do meio ambiente, é possível criar empregos e instaurar a paz por muitos anos, as condições de vida da população local podendo assim ser restaurada a longo prazo.

 

APOIE-NOS!

Você gostou dos nossos projetos e atividades de proteção ambiental? Então, por favor, torne-se membro e apoie-nos com uma contribuição anual ou com uma doação.

SIM, EU QUERO AJUDAR

Newsletter inscrevase

© COPYRIGHT 2019, ONE EARTH- ONE OCEAN e.V.