PROJETOS

Remoção do lixo marinho

No outono de 2016, ocorreu o lançamento do SeeKuh, um catamarã especial desenvolvido pela OEOO para a coleta de resíduos plásticos.

Remoção do lixo marinho

No outono de 2016, ocorreu o lançamento do SeeKuh, um catamarã especial desenvolvido pela OEOO para a coleta de resíduos plásticos.

A embarcação de pesquisa, limpeza e reconhecimento, inteiramente financiada por doações, pesa pouco menos de 6 toneladas e pode ser desmontada e transportada para qualquer lugar do mundo por contêineres.

Na primavera de 2018, o SeeKuh viajou para Hong Kong por seis meses. Ele voltou para a Alemanha em agosto de 2018. Outras ações de limpeza estão previstas para 2018 e 2019 para promover o conceito de “remoção do lixo marinho”.

O planejamento e a efetivação do primeiro SeeElefant também começaram em 2018.

 

O SeeHamster no Camboja

Na primavera de 2018, um projeto de limpeza e de educação ambiental no Camboja foi lançado pela OEOO em cooperação com a Thuringian-Cambodian Society e. V. e a COMPED (Organização Cambodiana de Educação e Gerenciamento de Resíduos).

O SeeHamster no Camboja

Na primavera de 2018, um projeto de limpeza e de educação ambiental no Camboja foi lançado pela OEOO em cooperação com a Thuringian-Cambodian Society e. V. e a COMPED (Organização Cambodiana de Educação e Gerenciamento de Resíduos).

Os moradores limparão o rio Sangkae, altamente poluído, em Battambang, removendo os resíduos plásticos, com a ajuda de um SeeHamster recém-desenvolvido. Cursos de acompanhamento, palestras e trabalhos de mídia serão realizados.

Em meados de janeiro, o recém-projetado SeeHamster foi concluído perto de Munique e aceito pela TÜV Bayern (Inspeção Técnica da Baviera). Ele já chegou ao seu destino. O projeto de um ano de duração é financiado pela SUND Holding GmbH Co. KG, um grupo alemão de fabricação e vendas de plástico.

 

Navio de reciclagem para desenvolvimento de projetos SeeElefant

Desde o início de 2018, uma equipe de projetistas de navios, engenheiros de instalações, técnicos ambientais e desenvolvedores de projetos tem trabalhado em Kiel na implementação do planejamento do primeiro SeeElefant.

Navio de reciclagem para desenvolvimento de projetos SeeElefant

Desde o início de 2018, uma equipe de projetistas de navios, engenheiros de instalações, técnicos ambientais e desenvolvedores de projetos tem trabalhado em Kiel na implementação do planejamento do primeiro SeeElefant.

O navio de contêineres convertido terá instalações a bordo para triagem, britagem e processamento de resíduos marinhos. O plástico será diretamente reciclado ou convertido em petróleo a bordo. Resíduos orgânicos e madeira devem ser convertidos em biogás ou reciclados termicamente. A meta inicial é uma capacidade de processamento de 20 t / dia. Em fases de expansão, esse sistema também será desenvolvido para operadores comerciais com até 200 t / dia.

“Microplastic Pollution Map” em cooperação com empresas de navegação

 

A fim de contribuir para a pesquisa sobre os efeitos a médio e a longo prazo dos microplásticos em seres humanos e em animais, a OEOO se empenhou em criar um banco de dados mundial sobre os níveis de poluição nos oceanos do mundo.

“Microplastic Pollution Map” em cooperação com empresas de navegação

A fim de contribuir para a pesquisa sobre os efeitos a médio e a longo prazo dos microplásticos em seres humanos e em animais, a OEOO se empenhou em criar um banco de dados mundial sobre os níveis de poluição nos oceanos do mundo.

A associação coopera desde o início de 2013 com a empresa de transporte de contêineres OPDR de Hamburgo, cujos navios viajam entre o norte da Europa e a África. Amostras de água do Mar do Norte, do Atlântico e do Mediterrâneo são regularmente coletadas e em seguida analisadas pela OEOO com um espectrômetro de infravermelho, para obter informações sobre o tipo e a quantidade de microplásticos. O Dr. Rüdiger Stöhr, microbiologista da OEOO, supervisiona a avaliação científica. Outras empresas de transporte logo estarão envolvidas.

Com a coleta e a análise dos dados de poluição, a organização está construindo um mapa de resíduos marítimos, que pode ser visualizado no site da OEOO. Os resultados pretendem ajudar a avaliar seriamente a dimensão do problema e, assim, exigir a urgência de soluções nacionais e internacionais.

International Marine Litter Database

A poluição dos corpos d’água pelo lixo (plástico) é também cada vez mais importante para a ciência.

International Marine Litter Database

A poluição dos corpos d’água pelo lixo (plástico) é também cada vez mais importante para a ciência.

A OEOO se dedica a fornecer informações e documentação científica sobre resíduos plásticos. A fim de fornecer aos cientistas, organizações ambientais, jornalistas e ONGs a oportunidade de serem informados de forma rápida e abrangente em relação à pesquisa, a One Earth – One Ocean desenvolveu um amplo banco internacional de dados de conhecimento sobre resíduos marinhos, podendo ser acessado on-line, para centenas de pesquisas científicas atuais no mundo. O projeto é apoiado pela Daimler AG.

 

O SeeKuh percorrendo a Ásia

Em janeiro de 2018, o SeeKuh foi percorrer Hong Kong durante um semestre. A Ásia é a região mais poluída do mundo com resíduos plásticos.

O SeeKuh percorrendo a Ásia

Em janeiro de 2018, o SeeKuh foi percorrer Hong Kong durante um semestre. A Ásia é a região mais poluída do mundo com resíduos plásticos.

Além das campanhas de limpeza com grupos ambientais locais, o projeto também focou em eventos de informação para crianças, estudantes e cidadãos.

Em setembro de 2018, o SeeKuh retornou à Alemanha.

 

Projeto Internacional de Purificação de Petróleo na Nigéria 2017

O Delta do Níger na Nigéria é uma das áreas mais ricas em petróleo da África, mas a paisagem é regularmente poluída por derramamentos de óleo nas instalações de produção e em oleodutos.

Projeto Internacional de Purificação de Petróleo na Nigéria 2017

O Delta do Níger na Nigéria é uma das áreas mais ricas em petróleo da África, mas a paisagem é regularmente poluída por derramamentos de óleo nas instalações de produção e em oleodutos.

A OEOO limpa as águas da Nigéria da imensa poluição provocada pelo petróleo. Queremos provar que ela pode ser eliminada com meios relativamente simples e com o apoio da população local.

Após os projetos-pilotos de 2015 e 2016 no local, sob a direção de Emmanuel Duru, membro da OEOO da Nigéria, onde limpamos um pedaço limitado da água contaminada com petróleo, com a ajuda do algodão PURE, há uma atual colaboração entre o Ministro do Meio Ambiente da Nigéria, a OEOO, Nnimmo Bassey, ativista ambiental nigeriano e vencedor do Prêmio Nobel e as autoridades locais.

Convidada por Hajiya Amina, ministra nigeriana do Meio Ambiente, a OEOO é atualmente a única ONG que trabalhará em um projeto oficial de derramamento de petróleo do governo nigeriano. Somos parceiros oficiais do projeto Ogono, um programa do governo para a limpeza de áreas no Delta do Níger em 2017. Com a limpeza do meio ambiente, é possível criar empregos e instaurar a paz por muitos anos, as condições de vida da população local podendo assim ser restaurada a longo prazo.

 

APOIE-NOS!

Você gostou dos nossos projetos e atividades de proteção ambiental? Então, por favor, torne-se membro e apoie-nos com uma contribuição anual ou com uma doação.

SIM, EU QUERO AJUDAR

Newsletter inscrevase

© COPYRIGHT 2019, ONE EARTH- ONE OCEAN e.V.