A ASSOCIAÇÃO

Os objetivos da Associação

A organização ambiental One Earth – OneOcean e. V. (OEOO) lida com a proteção do meio ambiente, sobretudo com a proteção costeira e da água.

Ela estabeleceu o objetivo de desenvolver e realizar um conceito, já que os corpos d’água do mundo podem ser livrados dos resíduos plásticos, mas também do petróleo e dos poluentes.

No conceito do estágio múltiplo da “remoção de lixo marinho”, os resíduos plásticos são coletados por embarcações especiais de coleta de lixo e em seguida reciclados ou novamente convertidos em petróleo. A partir de uma tonelada de resíduos plásticos, aproximadamente 900 litros de petróleo poderiam ser extraídos.

Além disso, a associação está envolvida na área de purificação de petróleo, microplásticos, pesquisa, educação e documentação sobre o lixo marinho, tanto nacionalmente como internacionalmente, a fim de alcançar uma mudança no comportamento das pessoas em relação ao lixo (plástico) a médio e a longo prazo.

Em 2018, a One Earth – One Ocean e. V. tornou-se parceira oficial da campanha de Meio Ambiente da ONU #CleanSeas. A ONU lançou o #CleanSeas em fevereiro de 2017, com o objetivo de engajar governos, o público em geral, a sociedade civil e o setor privado na luta contra o lixo marinho.

 

    4199
  • Remoção do lixo marinho

    No outono de 2016, ocorreu o lançamento do SeeKuh, um catamarã especial desenvolvido pela OEOO para a coleta de resíduos plásticos.

  • O SeeHamster no Camboja

    Na primavera de 2018, um projeto de limpeza e de educação ambiental começou no Camboja, que a OEOO está realizando em cooperação com a Thüringisch-Kambodschanischen-Gesellschaft e. V. e a COMPED (Organização Cambojana de Educação e de Gerenciamento de Resíduos).

  • Ações mundiais de limpeza

    A OEOO organiza ações de limpeza regulares em vários lugares do mundo, das quais os membros da OEOO, bem como numerosos voluntários, participam.

  • Navio de reciclagem para desenvolvimento de projetos SeeElefant

    Desde o início de 2018, uma equipe de projetistas de navios, engenheiros de instalações, técnicos ambientais e desenvolvedores de projetos tem trabalhado em Kiel na implementação do planejamento do primeiro SeeElefant.

  • “Microplastic Pollution Map” em cooperação com empresas de navegação

     

    A fim de contribuir para a pesquisa sobre os efeitos a médio e a longo prazo dos microplásticos em seres humanos e em animais, a OEOO se empenhou em criar um banco de dados mundial sobre os níveis de poluição nos oceanos do mundo.

  • International Marine Litter Database

    A poluição dos corpos d’água pelo lixo (plástico) é também cada vez mais importante para a ciência.

  • O SeeKuh percorrendo a Ásia

    Em janeiro de 2018, o SeeKuh foi percorrer Hong Kong durante um semestre. A Ásia é a região mais poluída do mundo com resíduos plásticos.

  • Projeto Internacional de Purificação de Petróleo na Nigéria 2017

    O Delta do Níger na Nigéria é uma das áreas mais ricas em petróleo da África, mas a paisagem é regularmente poluída por derramamentos de óleo nas instalações de produção e em oleodutos.

Fundação / História

Günther Bonin, ex-empresário de TI de Munique e marinheiro entusiasmado desde jovem, estava ficando cada vez mais incomodado com a quantidade crescente de resíduos plásticos que encontava em suas viagens de barco, mesmo nas localidades mais remotas.

 

 

Segundo a própria pesquisa, os resíduos plásticos eram apenas explorados de forma seletiva, e não havia tecnologia para resgatá-los do mar. Ele decidiu deixar a sua empresa de TI e lidar intensivamente com a solução desse problema mundial. Em 2011, ele fundou então a organização ambiental One Earth – One Ocean e. V., sediada em Munique, e construiu uma equipe formada por biólogos marinhos e especialistas como Thomas Hahn, que coordenou a vitória da Copa da América na BMW Oracle, ou o construtor metálico Michael Lingenfelder, assim como outros voluntários, para criar o conceito de “remoção do lixo marinho” dos corpos d’água do mundo.

 



No meio tempo, o foco se expandiu e a OEOO também está trabalhando para remover petróleo e produtos químicos do mar.

Os primeiros protótipos do SEEHAMSTER, navios menores para a coleta de lixo, têm sido utilizados desde 2012 nas águas continentais e no Mar Báltico.

Em junho de 2015, o SEEKUH foi o primeiro protótipo de um grande porto marítimo.

A arrecadação de doações e a efetivação duraram três anos. No outono de 2016, o lançamento ocorreu em um estaleiro em Lübeck. Em 2017 e 2018, o SEEKUH já estava sendo usado no mundo. Em 2016, a OEOO abriu um escritório em Kiel.

Prêmios

2013

A One Earth – One Ocean e. V. é homenageada com o prestigioso GreenTec Award 2013 por seu conceito de “remoção do lixo marinho”. O GreenTec Awards é o maior prêmio ambiental e econômico da Europa, concedidos anualmente aos produtos verdes, projetos e tecnologias ambientais mais inovadores de várias categorias.

2016

Nomeação do SEEKUH para o Bundespreis ecodesign, o mais alto prêmio federal de design ecológico na Alemanha. O júri indicou 26 projetos, incluindo o SEEKUH, sobre mais de 350 submissões.

O prêmio, que é apresentado anualmente pelo Ministério Federal do Meio Ambiente, distingue os produtos inovadores, os serviços e os conceitos com uma qualidade ecológica proeminente, uma aproximação inovadora e um design de alta qualidade.

2017

O algodão absorvente de petróleo PURE, da Deurex, com o qual a OEOO tem ajudado a eliminar as marés negras na Nigéria desde 2015, foi premiado com o Prêmio Inventor Europeu em junho de 2017 em Veneza.

O Instituto Europeu de Patentes atribui esse prêmio todos os anos a invenções excepcionais. A OEOO foi mencionada como uma referência nesse contexto.

2018

Nomeação para o Ocean Tribute Award 2018 na categoria Sociedade. O prêmio, apresentado pela Fundação Prince Albert II de Mônaco, em cooperação com a Deutsche Meeresstiftung (Fundação Alemã dos Mares) e a feira de esportes aquáticos de Düsseldorf, homenageia as ideias mais inovadoras e sustentáveis sobre o tema da conservação marinha.

2019

One Earth – One Ocean e.V. recebe o Prêmio Especial do Gruner & Jahr SPA AWARDS 2019.

Günther Bonin recebe o Prêmio Especial do Prêmio Gruner & Jahr Spa 2019 de Brigitte Huber, editora-chefe da revista BRIGITTE, por seu trabalho contra o lixo plástico nos oceanos em todo o mundo em uma gala festiva em Baden-Baden. Nos últimos anos, o Prémio Especial foi atribuído a personalidades como a oceanógrafa e ambientalista Sylvia Earle, de 83 anos, pelo seu trabalho na preservação dos oceanos, Franziska van Almsick pelo seu empenho social e o Prof. Dr. Michael Braungart pelo seu empenho na eco-eficácia (design concept cradle to cradle).

Nomeação do navio de gerenciamento de resíduos SeeElefant para o Bundespreis Ecodesign, o maior prêmio federal de design ecológico da Alemanha. Entre mais de 300 inscrições, o júri nomeou 31 projetos, incluindo o do SeeElefant.

O prêmio, apresentado anualmente pelo Ministério Federal do Meio Ambiente, reconhece produtos, serviços e conceitos inovadores com excelente qualidade ecológica, abordagem inovadora e alta qualidade de design.

Nossa equipe

Além de Günther Bonin, o fundador da OEOO, e uma equipe central de funcionários muito próximos em torno de Munique e no norte da Alemanha, há membros adicionais que apoiam o trabalho da associação idealmente, financeiramente e/ou ativamente.

Dr. Rüdiger Stöhr

ruediger(at)oneearth-oneocean(dot)de

Microbiologista e professor de Biotecnologia / Biologia de Kiel, membro desde 2012


Motivos de adesão à OEOO

Uma vez, quando eu e o Günther estávamos “fofocando no céu noturno” acima do porto de Kiel, ficou imediatamente claro que nós estávamos no mesmo barco. Desde as primeiras pequenas ideias conjuntas, surgiram projetos como “Jugend forscht”, o monitoramento de microplásticos, o algodão absorvente de petróleo PURE, os filtros plásticos, etc., e há um trabalho associativo muito empolgante, pelo qual estou entusiasmado.

Papel desenvolvido na OEOO

Como funcionário da OEOO, sou responsável pelo projeto de microplásticos. Realizo palestras, workshops, e supervisiono estágios sobre o tema do plástico no mar. Estou interessado em cooperações nas quais a questão do plástico é pesquisada e apresentada de forma responsável.

Bettina Kelm

bettina(at)oneearth-oneocean(dot)de

Diretora de Educação Ambiental, membro honorário da OneEarth-OneOcean e. V. desde 2013


Motivos de adesão à OEOO

Eu sou uma jornalista freelancer ambiental e de turismo, e moro em Bichl/Bavaria. Em 2010, no Golfo do Panamá, fiquei chocada com a forma com a qual as tartarugas tinham que lidar com resíduos plásticos e escrevi espontaneamente um artigo abrangente sobre a questão do plástico no mar. Em 2012, conheci o Günther e o seu conceito de “remoção do lixo marinho”. A partir da reportagem do Panamá, foi feita uma palestra fotográfica sobre os resíduos plásticos.

Papel desenvolvido na OEOO

Desde 2013, dou palestras em eventos escolares e de educação ambiental em toda a Alemanha (com foco na Baviera). De acordo com a idade do público, existem diferentes conceitos de palestra, sendo para desde alunos do ensino fundamental até adultos. Da poluição do Oceano Pacífico ao Panamá, a curva se estende sobre a situação mundial nos oceanos, na medida em que nossas águas alemãs já estão bem carregadas.

Dr. Harald Frank

info(at)drfrank-finance(dot)com

Economista, 56 anos, parceiro estratégico da One Earth – One Ocean e.V.


Porque é que trabalho para a OEOO?

As alterações climáticas, a perda de biodiversidade e o lixo dos oceanos exigem novas formas de pensar e soluções na economia e na política. Sem dogmatismo, mas com muita experiência e pragmatismo, Günther Bonin e sua equipe implementam idéias e projetos no campo da proteção da água. Em 2009, David Suzuka, biólogo canadense e ganhador do Prêmio Nobel Alternativo, pediu “Devolver o eco à economia”. Economia e ecologia são uma combinação perfeita em muitas áreas. Podemos demonstrá-lo em particular com o projecto de grande escala da OEOOO “Maritime Waste Collection” e o sistema piloto SeeElefant.

Âmbito e áreas de consultoria para OEOO

Desenvolvimento de projetos e gestão de projetos, estratégia, análise de negócios, financiamento e subsídios. Sou líder da equipa de implementação do conceito de “Recolha de Resíduos Marítimos” e do sistema piloto SeeElefant.

Frank Brodmerkel

kontakt(at)gruenewellepr(dot)de

Especialista em comunicação de Munique, trabalha para a OEOO desde 2012.


Motivos de adesão à OEOO

Quando li sobre a OEOO, há cinco anos, no jornal, espontaneamente ofereci ao Günther o apoio da minha agência de Relações Públicas. Os resíduos plásticos receberam grande atenção como um dos problemas mais urgentes da civilização nesses últimos anos. Mas só falar não resolverá nada. Temos que agir!

Papel desenvolvido na OEOO

Na OEOO, eu apoio as preocupações da associação através da imprensa e das relações públicas, incluindo uma newsletter regular para os membros e os interessados. Também sou responsável pela presença da OEOO online. Pretendemos divulgar ainda mais a existência da associação e conquistar novos membros.

 

Jörn Anhalt

joern(dot)anhalt(at)oneearth-oneocean(dot)de

Especialista em Captação de Recursos e Parcerias Corporativas, Membro desde 2019


Motivos de adesão à OEOO

Durante mais de 20 anos trabalhei com sucesso em várias posições na indústria e no sector dos media. No entanto, cada vez mais eu estava perdendo uma tarefa significativa no trabalho. Algo por que me levanto por entusiasmo mesmo antes do alarme tocar. Quando vi a reportagem do Plano B sobre a OEOO na ZDF, estava a arder. Contactei o Günther Bonin e a OEOO. Já na primeira reunião pessoal tive a sensação de que se encaixava muito bem em termos de conteúdo e pessoas. É por isso que agora trago a minha rede e a minha experiência para a OEOO a fim de concretizar os grandes objectivos da Recolha de Resíduos Marítimos.

Papel desenvolvido na OEOO

Apoio a OEOOO nas áreas de captação de recursos e parcerias corporativas. Estou convencido de que muitas empresas, indivíduos, mas também fundações e políticas devem contribuir para a nossa visão. Fazemos este trabalho convincente com toda a equipa diariamente.

Dr. Claudia Klein

claudia(dot)klein(at)oneearth-oneocean(dot)de

Jornalista freelancer em Berlim, membro da OEOO desde 2018.


Motivos de adesão à OEOO

Porque o plástico não pertence ao mar e porque eu não quero ver a nossa bela terra sufocando no lixo. Embora Berlim não seja à beira-mar, algo precisa ser feito.

Papel desenvolvido na OEOO

Como porta-voz, eu apoio o Günther Bonin em palestras, entrevistas, consultas e solicitações da imprensa. eu trabalho com o Frank Brodmerkel na visibilidade pública de nossa associação.

Birgit Westermayr

birgit(at)oneearth-oneocean(dot)de

Membro da primeira hora na OEOO.


Motivos de adesão à OEOO

Porque o lugar do plástico não é no meio ambiente. Água limpa, alimentos limpos e uma produção de oxigênio em funcionamento são de importância central para todos nós.

Papel desenvolvido na OEOO

Eu apoio a associação e, acima de tudo, o Günther Bonin com as partes da administração, da contabilidade e do apoio aos membros.

Lennart Rölz

lennart(dot)roelz(at)oneearth-oneocean(dot)de

28 anos, engenheiro em construção naval e técnico Offshore, membro da OEOO desde 2015.


Motivos de adesão à OEOO

Lennart tem frequentemente enfrentado o problema dos resíduos plásticos marinhos durante as suas viagens. Quando ele mergulhou no Sri Lanka em uma baía cheia de lixo e teve que ver o quão as pessoas estão lidando com os resíduos plásticos descuidadamente, ficou claro para ele: Era preciso agir!

Ele conheceu então a One Earth – One Ocean e o Günther, e está muito satisfeito em poder contribuir para melhorar a condição dos nossos oceanos.

Papel desenvolvido na OEOO

A construção naval é sua profissão, a conservação da natureza é uma questão afetiva para ele. Sendo assim, o projeto de remoção do lixo marinho da OEOO se encaixa perfeitamente nas suas duas áreas de predileção.

A sua tarefa é o planejamento técnico do SEEELEFANT até a efetivação. Os pontos-chave são a integração de uma usina de triagem e reciclagem completa, bem como um sistema de lubrificação na estrutura do navio.

 

Erich Groever

Engenheiro graduado (TU) de alimentos e tecnologia ambiental de 61 anos, proprietário de um escritório de engenharia de detritos e do meio ambiente. É membro da OEOO desde 2013.


Motivos de adesão à OEOO

Em 2013, tive o meu primeiro contato com o Günther no âmbito dos testes do primeiro SEEHAMSTER. O seu entusiasmo imediatamente me surpreendeu e a sua visão do mar limpo é convincente. A poluição mundial dos oceanos é uma causa básica, não podemos ignorar as suas consequências. Portanto, eu coopero a fim de neutralizar e encontrar ativamente uma solução.

Papel desenvolvido na OEOO

A gestão ambientalmente saudável dos resíduos é a minha profissão e a minha vocação. Eu acrescento a minha formação profissional e o aspecto de processamento adicional à ideia do Günther de coletar resíduos plásticos do mar. A minha tarefa na OEOO é desenvolver a solução mais ecológica e econômica possível para utilizar o desperdício de material plástico.

Laura Kita Kejuo

laura.kita-kejuo(at)oneearth-oneocean(dot)com(dot)br

Laura (39), tradutora, dirige a nossa representação da One Earth – One Ocean no Brasil desde o verão de 2019.


Motivos de adesão à OEOO

Eu conheci a OEOO através de um trabalho de interpretação no Rio de Janeiro. Günther queria descobrir como eventualmente estabelecer uma representação da OEOO para projetos de limpeza no Brasil, devido ao cenário ambiental: no Rio de Janeiro, há toneladas de resíduos plásticos que chegam diariamente ao mar (especialmente pelos rios, a Baía de Guanabara e as praias). Mesmo ciente de que não se poderia resolver tudo em um dia só, eu tinha certeza de que trabalhos de limpeza e de educação a longo prazo no Brasil seriam fundamentais. No meio tempo, fundamos a OEOO no Rio de Janeiro e já realizamos várias ações de limpeza. Muito pode ser alcançado com pequenos passos.

Papel desenvolvido na OEOO

Eu coordeno o escritório da OEOO no Rio de Janeiro. Junto com a minha equipe, planejamos limpezas com pescadores experientes, a realização de palestras de educação ambiental para crianças e adultos, a cooperação no âmbito da pesquisa e a colaboração com empresas e especialistas locais.

Bopha Sean

Bopha(at)comped-cam(dot)org

Bopha (27) é membro do pessoal e coordenador de projetos da OEOO em Battambang/Camboja desde 2018.


Porque é que trabalho para a OEOO?

Fui encarregado pelo COMPED, a ONG parceira da OEOO em Battambang, da gestão do projecto ambiental da OEOOO. O projeto oferece uma grande oportunidade para proteger o meio ambiente e a biodiversidade de nosso país através da limpeza de uma parte do rio Sangkae em Battambang. Ao reciclar os resíduos plásticos, estamos a obter um recurso que, de outra forma, só seria depositado em aterros sanitários.

Domínio de actividade na OEOO

O meu trabalho na OEOO é a coordenação de projectos na província de Battambang. Eu organizo o plano de trabalho do projeto para os nossos voluntários, administro o orçamento e as despesas, coordeno com as autoridades locais e as partes interessadas relevantes, recolho dados e documento o trabalho. Finalmente, juntei-me à equipa de recolha do SeeHamster para limpar o rio e as suas margens.

 

Holger Borchert

hborchert(at)oneearth-oneocean(dot)de

Empreendedor autônomo em Hong Kong e membro desde 2016. Ele cuida do set-up e das atividades da OEOO na Ásia.


Motivos de adesão à OEOO

Na primavera de 2016, conheci o Günter Bonin e a OEOO durante um evento no GATE em Munique. Após um curto espaço de tempo, comecei a trabalhar aqui em Hong Kong com as metas da OEOO.

Papel desenvolvido na OEOO

Eu estabeleci o escritório asiático da OEOO em Hong Kong e cuido de todos os interesses da associação aqui na Ásia. Eu estou especialmente aqui para o primeiro uso ativo do SEEKUH e do planejado SEEELEFANTEN num futuro próximo.

revisão da imprensa

Leia a última cobertura da mídia sobre One Earth – One Ocean aqui:

Hamburger Lloyd reports on SeeKuh in Hong Kong

Hamburger Lloyd reports on OEOO and SeeKuh in Hong Kong in the current issue of… Ler mais »

Hong Kong’s video platform Apple Daily reports on OEOO and SEEKUH

Hong Kong’s Apple Daily video platform reported on OEOO and SEEKUH on April, 5th. Even… Ler mais »

APOIE-NOS!

Você gostou dos nossos projetos e atividades de proteção ambiental? Então, por favor, torne-se membro e apoie-nos com uma contribuição anual ou com uma doação.

SIM, EU QUERO AJUDAR

Newsletter inscrevase

© COPYRIGHT 2019, ONE EARTH- ONE OCEAN e.V.